Alguns fãs de Pokémon não estão felizes com Palworld

Doodle irritado de Pikachu com logotipo Palworld e personagens em fundo azul

Vários fãs de Pokémon recorreram às redes sociais para oferecer algumas palavras duras sobre Palworld, argumentando que o jogo é bastante flagrante ao roubar os designs dos personagens da Game Freak. Suas críticas ganharam força online logo após o Palworld ser lançado em acesso antecipado nos consoles PC e Xbox, além de chegar ao Xbox Game Pass.

Anunciado pela primeira vez em junho de 2021, Palworld há muito usa o rótulo “Pokémon com armas”, embora seu desenvolvedor – Pocketpair – tentasse consistentemente se distanciar de tais descrições. Mas dado o estado atual do gênero de domesticação de monstros, as comparações com a icônica franquia da Nintendo parecem impossíveis, já que jogos desse tipo que não sejam Pokémon são uma raça extremamente rara.

Portanto, não é surpreendente que Palworld tenha solicitado um pouco de escrutínio por parte do fandom de Pokémon imediatamente após seu lançamento de acesso antecipado. Esse interesse contínuo rendeu até agora uma onda substancial de acusações alegando que o jogo roubou descaradamente os designs de monstros da Game Freak. Cinderace, Espurr e Meganium são apenas algumas das muitas criaturas que o fandom acusou Palworld de roubar, assim como Lucario, Flairees e Galarian Meowth.

Esta onda de críticas está longe de ser inédita; preocupações sobre os designs das criaturas do Palworld serem muito próximos do Pokémon começaram a circular online assim que o Pocketpair começou a compartilhar imagens do jogo de seu último título. E embora até mesmo alguns dos maiores defensores do jogo concordem que Palworld está caminhando em uma linha tênue com o design de seus personagens, sua lista de criaturas ainda parece ser distinta o suficiente para minimizar as chances de litígio por violação de direitos autorais.

Palworld teve um começo forte, apesar dos designs polarizadores de monstros

Nada disso quer dizer que as reações online ao Palworld sejam em grande parte negativas. Pelo contrário, o jogo começou a liderar a tabela de mais vendidos do Steam imediatamente após atingir o acesso antecipado e tem mais de 370.000 jogadores simultâneos na plataforma da Valve no momento em que este livro foi escrito, por volta do meio-dia ET de 19 de janeiro. concebível que Palworld melhore ainda mais o número de pico de jogadores nas próximas 48 horas.

Além disso, embora uma seção vocal do fandom da Game Freak pareça estar insatisfeita com os designs das criaturas do jogo, tais opiniões já foram recebidas com algum ridículo online. Vários fãs de Palworld opinaram atrevidamente que seus colegas amantes de Pokémon estão mais preocupados em criticar outros jogos de domesticação de monstros do que em responsabilizar seu desenvolvedor favorito quando ele oferece novas entradas preguiçosas na franquia. Enquanto isso, outros reconheceram as semelhanças entre Palworld e Pokémon, mas insistiram que não se importam com eles, argumentando que a série Game Freak precisa urgentemente de competição.

Confira também: Jogo ‘Pokemon Com Armas’ chega ao topo das paradas do Steam

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes, séries e games no Jornada Geek. Aproveite para curtir a nossa página no facebook, além de nos seguir no twitterinstagram e também no Google News.

Criado e liderado por Marco Victor Barbosa, jornalista formado pela UniAcademia (antigo CES/JF), o site Jornada Geek foi fundado em 2012 sob o nome de Cinefagia. Em 2016 seu nome foi alterado, e ao longo de todos estes anos foi atualizado constantemente com notícias e textos sobre filmes, séries e games.