Vermelho, Branco e Sangue Azul: 5 Diferenças entre o livro e o filme

Vernelho branco e sangue azul
Divulgação

Vermelho, Branco e Sangue Azul já está disponível no Prime Video. O filme adapta o livro de mesmo nome da autora Casey McQuiston e tal qual o esperado, antes mesmo do seu lançamento, se encontra em 1º no Top 10 da plataforma e é um dos filmes mais assistidos no mundo, atualmente.

Estrelado por Nicholas Galitzine e Taylor Zakhar Perez, o filme se desenrola após Alex, o filho do presidente, e o príncipe Henry da Grã-Bretanha em um evento real se tornarem assunto de tabloides por conta de sua rivalidade. Quando eles são forçados a uma trégua encenada, seu relacionamento gelado começa a derreter e o atrito entre eles desencadeia algo mais profundo do que jamais esperaram.

Assim como toda e qualquer adaptação literárias, mesmo sendo uma obra bastante fiel à obra original, alterações foram feitas e decidimos listá-las.

Vermelho, branco e Sangue azul
Divulgação

Confira abaixo as principais diferenças entre o livro e o filme Vermelho, Branco e Sangue azul:

A Irmã de Alex

Se você leu o livro e viu o filme, provavelmente sentiu falta de toda a construção da sexualidade de Alex em relação à bissexualidade.

No livro, que ajuda Alex e da apoio é a sua irmã June Claremont-Diaz. Inclusive, quando surge o rumor de que Alex e Henry estão em um relacionamento, é June quem finge namorar Henry

Os irmãos de Henry

Por mais que os irmãos de Henry estejam no filme tudo que envolve eles não está. No livro, a princesa Bea é viciada em cocaína e os tabloides a chama de Powder Princess; Já Philip faz questão de envergonhar Henry publicamente por não encontrar uma esposa em Winbledon.

Politicagem

No filme ficou clara a paixão de Alex pela política, mas no livro ela vai muito além. Existe um personagem chamado Rafael Luna, ele é bastante importante. Luna é um senador Gay e próximo à família Claremont-Diaz, que acaba surpreendendo à todos quando se junta ao partido oposto durante as eleições.

No entanto acabamos por descobrir que ele o fez propositalmente, com o intuito de expor o candidato.

No filme Miguel Ramos é o possível substituto de Luna, mas sejamos sinceros, não chega nem aos pés em grau de importância.

O Vazamento

Como Rafael Luna não está no filme, não há a sub trama política onde o partido oposto vaza os e-mails de Henry e Alex. Este trabalho sujo fica nas mãos de Miguel Ramos.

O Final

Os momentos finais do livro, quando o casal retorna à casa de infância de Alex em Austin com a chave que ele deu a Henry, permanecem intactos.

Contudo elementos como o mural inspirado em Star Wars onde eles estão retratados com Han Solo e Leia foram apagados da trama.

Vermelho, branco e sangue azul
Divulgação

E aparentemente cenas que faziam parte do trailer, como a do corneto, também foram excluídas… Será que teremos uma versão estendida?

Confira também: Cruel Summer: O que sabemos (até agora) sobre a 3ª temporada

Não deixe de acompanhar todas as notícias diárias sobre filmes, séries e games no Jornada Geek. Aproveite para curtir a nossa página no facebook, além de nos seguir no twitterinstagram e também no Google News.

Sou brasileira, carioca da Gema, Bióloga, professora, Nerd, Traveller e geminiana. 39 anos com carinha de 25. Movida a filmes, séries e livros (falo sobre isso também nas minhas redes sociais @geekthingsblog). Tenho mais fases do que a própria lua, mas uma coisa que todos precisam saber sobre mim é que eu sempre realizo meus sonhos, por mais que isso demore um tempinho!